Jurado do primeiro Mr Rubber Brasil, Mestre Guto Lemos fala sobre o evento, fetiches e BDSM no Brasil - entrevista pro site blubr.org

June 9, 2019

 

http://blubr.org/entrevistamestregutolemos/

 

Dominador residente do club Upgrade, DJ e percursor do BDSM no Brasil, Mestre Guto Lemos em entrevista ao portal fala sobre ser referência no Brasil, sobre os desafios de um fetichista e sobre o primeiro evento que vai eleger o primeiro Mr Rubber Brasil em 2019. Leia abaixo:

 

Em 2019 o Sr foi escolhido “Personalidade Leather” no prêmio “Destaques BDSM e Fetichista” da Rádio Agita Planeta, se não houvesse nenhuma premiação o Sr já teria como tem, o reconhecimento de dominador e referência no país. 

 

Como é ser um percursor do BDSM no Brasil e ainda continuar lutando por causas como o BDSM e fetiches, pela comunidade com todo ânimo?

É ao mesmo tempo uma responsabilidade, um prazer e uma honra. Acredito que investir de fato no BDSM trouxe o reconhecimento necessário dos participantes resultando no prêmio em si.  O ânimo é também consequência deste reconhecimento que recebi da comunidade.  Sabendo que sou referência pra muita gente no BDSM, tento sempre pautar minhas ações dentro de um BDSM SSC – são, seguro e consensual. Sei que alguns as vezes acham que é possível flexibilizar a regra SSC, considero isso um grande erro pois na verdade, tanto o dominador como o submisso quando ignoram o SSC estão se colocando em uma situação de risco. Busco também ficar atento ao que acontece no BDSM/ fetiches não somente aqui no Brasil, mas na comunidade internacional, através de contatos, viagens e ações.  E também procuro inovar promovendo eventos, festas e encontros dentro no meio, sejam públicos, sejam privados na minha playroom em São Paulo. Eu gosto mesmo é de promover/ realizar eventos onde realmente haja práticas BDSM pra que muitos possam sair da teoria e ver isso acontecendo na frente deles.  Acho que estamos bem de eventos de socialização ( e eles são muito importantes), mas quando se vai pra pratica real de BDSM publico no segmento gay há quase nada… Seria legal mais eventos com esse foco, eu acho.

 

Pra que uma pessoa se reconheça fetichista existe um tempo da aceitação dela e depois do grupo de pessoas que está inserida, a realidade mostra muitas barreiras a serem vencidas. Que conselhos o Sr dá a quem está começando, ou àqueles que não sabem como se expressar sem sofrer com julgamentos?

 

Tenho batido sempre nessa tecla, em tempos de internet bem avançada , só não se conecta quem não quer. E é através desses contatos com pessoas que essas barreiras serão naturalmente vencidas. Eu diria que num primeiro momento buscar contato com grupos em redes sociais (recon, fetlife, instagram, sites, facebook, twitter, etc) , contatos por whatsapp.  Depois com calma ir filtrando esses contatos (hoje em dia não esta difícil saber quem é seriono meio se a pessoa não for afoita).  Depois disso, com calma e critério, ter encontros reais, seja para amizade, seja para sessões de BDSM ou curtir fetiches juntos.  Ressalto ainda que mesmo no exterior as pessoas mantêm  sua vida privada em privado e até os dominadores e subs mais experientes prezam por isto. Afirmo que não sofrer com julgamentos faz parte das boas práticas em meio aos praticantes sérios. E ainda para os que moram em São Paulo, há também muitos eventos públicos acontecendo com frequência como o festas LeatherZone, RubberZone, Fisting Fest no Upgrade Club (onde sou dominador residente), Leatherna Rua (do Ric Onfire e do Cigar Master), Jantar Leather do Dom Barbudo, Bluf ( que tem sido promovida pelo Dom PC), festa Brutus, bar Eagle, programa Agitando BDSM da Radio Agita Planeta, enfim a cena está bem movimentada mesmo. E permitindo essa troca de informações benéficas aos novos participantes.

 

Ter um armário ou closet cheio de roupas de couro ou de borracha é uma realidade de poucos. Quais dicas o Sr pode dar pra quem quer ter peças de roupas de borracha ou couro, de qualidade, gastando pouco?

Aconselho a começar devagar, usar materiais disponíveis em qualquer cidade que podem ser adaptados como por exemplo fitas silvertape, cordas, cadeados e correntes que podem ser comprados em casa de ferragens, mascaras que podem ser compradas em casas de fantasias de festas, luvas pretas descartáveis que podem ser compradas em farmácias e lojas que vendem produtos de beleza, ta vendo ai quantas opções?   E opções possíveis a todas as realidades.Depois numa próxima fase, para acessórios específicos de bdsm em metal, acrílico, courino ( couro sintético) e também latex, sugiro o site chinês ali express( demora 2 meses pra chegar, mas chega). Pra produtos em couro vc pode achar coleiras e arreios em petshopse casas agropecuárias, enfim, olha quantas dicas acessíveis acabei de passar… bora usar a criatividade galera, compre a cada mês 1 a 2 acessórios, quando vcmenos perceber já terá um bom arsenal pra se divertir.

 

O primeiro evento Mr Rubber Brasil acontece em 2019, sendo algo, inédito. Quais são as expectativas dos organizadores pra esse acontecimento?

As expectativas são muito grandes pois estamos de verdade nos empenhando muito para que esse evento realmente coloque o Brasil no nível internacional para os amantes de acessórios de borracha. É preciso mencionar o forte e constante esforço do Mr Rubber Internacional 2017 Preston So, um cara hiper conectado na comunidade internacional de látex, que convenceu, através de seu carisma e constantes viagens não só pelo mundo, mas pelo Brasil, marcas internacionais a apoiarem esse evento ( marcas como Libidex, Mr S. Leather, aplicativo recon) além de personalidades internacionais do meio vindo dos Estados Unidos, México, Espanha e outros países europeus. Entretanto, por ser um evento inédito,  algumas barreiras estão sendo superadas diariamente como divulgação e participação de candidatos. Mas o grupo da organização do Mr Rubber Brasil além de sérios e experientes estão totalmente envolvidos no sucesso do evento.

 

O que o Sr espera do primeiro vencedor do Mr Rubber Brasil?

Que realmente seja uma pessoa que curta e conheça o meio rubber, bem como se empenhe ativamente na comunidade rubber dentro e fora do Brasil, ou seja, uma pessoa já fortemente ligada ao meio, experiente e conhecedora do movimento e não um novato que comprou um acessório rubber caro ontem e acredite que somente isso faz a diferença.  Também que ajude a consolidar o concurso Mr Rubber Brasil para que nosso país envie anualmente representante para o Mr Rubber Internacional. E de que forma esperamos isso? Com participações constantes nos eventos do meio BDSM/ fetcihista (mesmo as não ligadas diretamente ao rubber), divulgação através das mídias sociais existentes, sendo de fato um embaixador do movimento rubber Brasil. Outro ponto muito importante: o concurso Mr Rubber tanto o Brasil quanto o Internacional não é um concurso de beleza, é um concurso para destacar os mais engajados/ comprometidos no meio rubber. Que vença o mas engajado!

 

Quais são os desafios para organização de um evento de grande porte como o Mr Rubber Brasil?

Muitos são as desafios, eu sou conhecido por ser exigente e perfeccionista.  Alguns me chamam de durão, mas realmente acho que a comunidade rubber, as pessoas e as marcas que depositam confiança na organização merecem COMPROMETIMENTO e QUALIDADE na execução de um concurso internacional.  Como se atinge esse resultado?  Com planejamento, organização e olhar  atento aos detalhes.  Eu percebo que ainda impera na cabeça de muitos aqui em nosso país uma mentalidade de improviso/ amadorismo que na verdade viram desculpas para a má execução das coisas, quando o resultado fica mais ou menos rola um tapinha nas costas e coisas do tipo – pelo menos fizemos algo e o fulano de tal fez o que se comprometeu a fazer mas fez pouco ou nada, mas é meu amigo, prefiro não falar nada, ele pode ficar chateado… É o pacto da mediocridade e a política do cumpadrio na versão fetiche/BDSM… E apesar de reconhecer os esforços dos envolvidos eu tento ser o oposto disso e por isso além de trabalhar muito, busco colocar qualidade nesse trabalho. Por fim, ter parceiros confiáveis e que também compartilham destes valores é que vão trazer um resultado final muito bom.  Ninguém faz nada legal e grande sem bons parceiros CONFIÁVEIS  e COMPROMETIDOS. E não menos importante, vale salientar que estes bons parceiros serão bem vindos ao movimento. Que se sintam acolhidos por todos nós.

 

O Sr acredita que precisa haver maior valorização e envolvimento nos eventos realizados pelo país quando Leather ou Rubber, pela comunidade fetichista?

Claro que sim, precisamos ter em mente que comunidades são feitas de pessoas e as mesmas tem mais ou menos disposição para se engajar/ trabalhar em conjunto, divulgar, valorizar o meio.  É o conjunto de pessoas dessas comunidades que vão trazer  resultados positivos ou negativos para elas mesmas.  Ou seja,  meu conselho é participe dentro das suas possibilidades de tempo, financeiras, dessas comunidades. De novo, em tempos de internet, um blog bem feito e conectado ajuda a comunidade e tem custo financeiro zero. Porque precisamos de participantes engajados que doem seu melhor ativo, tempo de qualidade. São estas pessoas que estamos buscando.

 

Deixe uma mensagem ou consideração aos que leem essa entrevista.

Espero que essas ideias livremente colocadas aqui sem pretensão de serem “verdades”, ajudem a inspirar os leitores a fazerem ações positivas,  em primeiro lugar para si mesmos e depois para as comunidades onde estão inseridos. Vou me repetir: participe ativamente do meio dentro de suas possibilidades, só assim ficaremos mais fortalecidos e capazes para curtirmos e aprendermos juntos. Por fim, vamos buscar sempre nos divertir com responsabilidade, afinal o objetivo maior do BDSM/ fetiches é uma diversão saudável e libertadora para seus adeptos, sempre dentro do SSC.  SSC é respeito a si mesmo e aos outros!

 

O primeiro Mr Rubber Brasil vai acontecer entre os dias 14 e 16 de Junho na Upgrade em São Paulo. Acompanhe o site para se manter informado sobre o evento.

 

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive