Dominação no Rio, um dia após a quarta-feira de Cinzas - Carnaval 2017

March 2, 2017

                      
 Olá Mestre!        Gostaria de te agradecer por ter me dado a honra de te servir, mesmo com minhas limitações de submisso iniciante.  Ansiava por sua chegada, andando de la para cá.Quando enfim lhe vejo, vejo um Mestre que me deixou desconcertado, sem palavras, me atemorizando. Analiso as pessoas pelo aperto de mão, no seu caso o aperto de de mão era de uma pessoa com personalidade dominadora.    Sendo assim, não ousei olhar em seus olhos. O nervosismo tomou conta, minhas mãos já estavam trêmulas e abrir uma simples Porta foi uma tarefa difícil, a chave não "entrava".  Subimos para o motel, que fiz questão de pagar para podermos ter nossa sessão, uma honra há muito esperada/ desejada/ solicitada por mim.                     
 - Posso me preparar no banheiro, Mestre.                       
 - DEVE. foi a resposta do Mestre.                      
Ao retornar, de coleira-guia, e jock, Ele se encontra excitado, mas ainda de cueca. Reparo no volume e penso " não posso mais voltar atrás".     O Mestre trocou minha coleira, deixando a entender que quem coloca a coleira no sub é ele, e não o sub. mensagens subliminares que eu consegui captar. Ele me mandou fcar de quatro na cama do motel, eu achando que ele ia me comer, mas pra minha surpresa, começou um spank bem ritmado, não só na minha bunda, mas tbem nos meus pés.  Ele depois me explicou que essa técnica chama bastinado, que é o spank nos pés. A sensação é uma alternava entre um misto de dor e tesão. Foi bem pirante. Adorei o seu spank/ bastinado, fui mais além do que achei que ia suportar. Na verdade queria muito mais.   Ele tbem prendeu meus mamilos com prendedores japoneses pretos,que delicada e continuamente pressionam a região.   Descobri que tenho muito mais tesão neles do que imaginava, graças ao Mestre.                        
Em seguida ele me mandou ficar de quatro aos pés da cama e comecei a lamber os pezões 42 dele. ja tinha visto por fotos e videos, mas ai vivo sao ainda melhores: pés grandões de macho, macios e estavam chulezentos como ele me avisou que estariam. Me lambuzei de prazer naqueles pés, até cheguei a conversar com eles, pirei mesmo  fiquei lá mais de meia hora. na verdade perdi a noção do tempo massageando, lambendo, e idolatrando os pezões perfeitos do Mestre Guto. Ele parecia estar curtindo, mas estava usando o whatsapp dele, me usando mesmo como deve ser. as vezes ele me olhava por detras do aparelho, dizia - tesão, as vezes dava uns grunhidos de prazer tbem.

Na sequencia, M. Guto me fez segurar um funil de plastico grande e preto na boca, nem entendi direito o que ia acontecer, mas ai de novo lembrei de fotos e videos que ha muito tempo ja tínhamos trocado e que estão tbem no site dele. ele foi no frigobar e pegou uma cerveja, comecou a beber devagar e tranquilamento com a rola grossa dele apontando por funil. Sim, entendi tudo, lá vai descer mijão de macho funil abaixo.   Fui a loucura bebendo a urina Dele. Estava uma delícia, bem doce. Acredito que foi por conta da bebida. Nunca havia bebido uma urina, tão quão saborosa quanto a Dele.   

Preciso confessar agora que devo ser castigado severamente antes que eu tenha outra sessão, pois enquanto eu era beijado e meus mamilos de novo presos eu O xingava em pensamento de todos os nomes, aliás que boca deliciosa, que pegada de Dominador, me senti muito acuado...                        
Tomei coragem e falei pra Ele - Pessoalmente, o Senhor é muito mais bonito do que nas fotos. e Ele me respondeu - é de proposito mesmo, nao escolho minhas melhores fotos, não mando video de foda, assim já espanto as putinhas que só querem foda, fingindo curtirem BDSM.                       
Pensei comigo nossa Ele é mesmo perfeito, tem o perfil de dominador que me cativa, que me faz sentir que sou uma presa, sendo subordinado, sem opções de escolha ainda assim muito educado, sem ser grosseiro, na medida certa, Isto me chama bastante atenção, saber se impor, adquirindo respeito simplesmente porque Mestre de verdade, não grita, diz uma única vez.        

Depois que terminamos a sessão descobri que o Mestre ia embora na sequencia pelo aeroporto Santos Dumond, estavamos muito perto.  Queria muito ter mais alguns momentos perto Dele, desfrutar sua companhia, observa-lo fora de sessão.  Nao foi surpresa, a postura se manteve, educado, calmo, mas dominante. Levei suas malas até o despacho e o segui até o embarque, ate onde era possível, igual a um caozinho que segue seu dono, já esperando a sua volta e meio tristre por dentro. Aí ele me disse: venho com alguma frequencia ao Rio, curti vc, quero te usar de novo. Que delicia ouvir aquilo, tive entao certeza que consegui agradar o Mestre Guto Lemos.    Gostei muito de conversar com Ele, enquanto aguardava o vôo. Guardarei boas lembranças de tudo o que vivi naquele dia que pra mim já foi o melhor dia do ano.  Talvez para o Mestre, seja eu mais um submisso mediano que passou em Suas mãos, mas para mim foi a concretização e realização de um grande sonho.  Muito Obrigado, Mestre Guto!    E como gosto de finalizar quando falamos pelo whatsapp, um beijo em Seus pezões.

 

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive